Frase

                     “Enquanto Viver, a minha vida há de ser entregue para a glória de Deus”

No dia 04 de setembro de 1837, nasce uma menina no palácio da Anunciada, em Lisboa; recebeu um nome comprido, digno de filha de condes: Teresa Rosa Fernanda de Saldanha Oliveira e Souza.

Com o passar dos tempos, descobriram que Teresa tinha enorme gosto para aprender, era muito inteligente e sensível para a música e pintura. Jovem, inteligente, atraente, culta, cheia de talentos, de espírito vivo, dinâmico e alegre, cercada de riquezas, a felicidade que o mundo oferece está bem ao alcance de suas mãos. Mas tudo o que o mundo pode oferecer a seus olhos são bens passageiros que não podem satisfazer seu coração. Teresa quer um amor maior, uma felicidade maior, e tem uma força de vontade de ferro para os conquistar. Por isso dizia:

“Eu estava rodeada de tudo quanto se pode chamar grande, mas Deus colocou em meu coração ambições maiores.” Dizia-lhe seu confessor: “Bem compreendo que teu coração é grande demais e nenhum amor humano está a altura de satisfazê-lo.”

Dizia a Jesus em suas orações: “Com que ardor eu desejo viver neste mundo como se não lhe pertencesse! Jesus, meu amor, meu queridíssimo Jesus, minha alegria, permiti que eu morra ardendo em chamas por Vós.” Teresa com tudo quer agir: renovar a Ordem Dominicana, a vida religiosa, a igreja. Dizia que admirava muito a Ordem Dominicana, sentia-se fascinada e identificando-se ainda mais pelo espírito aberto dos seguidores de São Domingos.

Foi por isso que Teresa escolheu a Ordem para inserir a sua Congregação. Foi no dia 07 de novembro de 1866, que as jovens Maria José e Maria Madalena partiram num navio chamado Galileu, para a Irlanda, num mosteiro dominicano, onde as duas primeiras jovens foram receber a formação religiosa para retornarem depois de dois anos, no dia 13 de novembro de 1868, como Dominicanas de Santa Catarina de Sena, filhas de Teresa de Saldanha.

Estava fundada a Congregação. Hoje, marcamos presença nos seguintes países: Portugal, Brasil, Angola, Moçambique, Albânia e Timor Leste. Com o lema “DEUS ACIMA DE TUDO” realizamos nossa missão, “fazendo o bem sempre”, e construindo o Reino de Deus.

Teresa de Saldanha